Confira as 5 situações nas quais vale a pena pegar um empréstimo

Sabe aquele ditado que diz que “a solução está onde menos se espera?”. Ele pode se encaixar como uma luva quando falamos sobre pegar um empréstimo: não é uma ideia que encaramos com muita disposição do início, mas pode ser a melhor solução para evitar que uma dívida cresça a ponto de se tornar impagável, uma situação infelizmente muito comum na vida de mais de 60 milhões de brasileiros que estão com contas atrasadas.

Quando feito de forma planejada, um empréstimo pode ajudar a resolver uma dívida mais complicada — dando lugar para outra mais flexível —  ou adquirir algum bem (seja ou não material) que pode melhorar a vida a curto ou médio prazo.

Nos próximos tópicos, apresentamos algumas situações nas quais ele pode ser uma solução bem-vinda. Continue a leitura e confira!

1. Para investir em educação

Cursos de especialização e idiomas (até mesmo um intercâmbio de curta duração) podem fazer a diferença em uma eventual contratação ou promoção e, dependendo do caso, o empréstimo se torna um investimento válido. Essa opção fica ainda melhor se for possível conseguir um bom desconto caso o valor total do curso seja pago à vista.

2. Quando se tem uma dívida com altas taxas de juros

Caso você acabe adquirindo um empréstimo com uma taxa de juros mais elevada, pode ser interessante procurar por outras opções com juros mais reduzidos, especialmente se houver a chance do pagamento virar uma bola de neve. Nesses casos, a melhor ideia é liquidar a dívida o quanto antes.

3. Realizar consertos na casa

Seja consertar uma telha, arrumar uma rachadura ou resolver outro problema sério da casa: pegar um empréstimo com o objetivo de melhorar a qualidade de vida de onde você mora é sempre uma ideia válida.

Mas, é importante separar os consertos necessários dos supérfluos (como decoração e novos móveis) e pesquisar o valor dos materiais e mão de obra para que o empréstimo cubra todos os gastos.

4. Para quitar uma dívida feita no cartão de crédito

Os juros cobrados pelos cartões quando se paga apenas o mínimo da fatura estão entre os mais altos do mercado e podem facilmente quadruplicar o valor de uma dívida. Pegar um empréstimo para saldar este montante pode se mostrar uma saída, especialmente quando a soma ultrapassar o salário mensal.

5. Em situações de emergência

Um acidente, cuidados médicos ou um conserto de última hora no carro são algumas das muitas situações imprevisíveis e que exigem gastos. Nestes momentos, — caso você não tenha um amigo ou parente a quem recorrer — considerar um empréstimo é uma boa solução.

Seja para os exemplos que elencamos ou para outros momentos nos quais você acredita que pegar um empréstimo seja a melhor solução, é sempre importante pesquisar as opções existentes no mercado e ter a certeza de que as parcelas caberão no seu bolso.

Gostou do nosso conteúdo? Então assine agora mesmo nossa newsletter e receba diretamente em seu e-mail dicas para melhorar sua relação com o dinheiro.

Você também pode gostar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *