Veja 5 dicas para alcançar a independência financeira cedo!

É independência financeira que você quer? Conquistar o próprio dinheiro se tornou um dos grandes objetivos da população, já que uma boa renda permite a tão sonhada saída da casa dos pais. Acontece que a maior parte dessas pessoas acredita que a independência é uma meta distante e muito difícil de alcançar. Só que não é bem assim.

Você deve estar se perguntando: como assim? É fácil alcançar a independência financeira? 😱 Na verdade, ter o seu próprio dinheiro e saber geri-lo com eficiência é um processo que, quando bem ministrado, oferece uma série de benefícios para você, sejam eles materiais, físicos e até psicológicos.

Para ajudar você a iniciar essa trajetória sem drama e estresse, preparamos este artigo com as melhores dicas para conquistar a independência financeira. Prepare-se e boa leitura!

1. Aprenda a gerir os seus gastos

Uma coisa é certa: quanto mais cedo você aprende a organizar suas despesas, mais rápido você conquista a independência financeira. Afinal, é possível entender para onde o seu dinheiro está indo, quais são os gastos que podem ser cortados e o que pode ser feito para aprimorar a sua renda mensal. 👀

Assim, mesmo que os gastos não sejam tão complexos, como o aluguel de uma casa e as contas mensais, ainda é possível fazer um controle financeiro para fortalecer o seu conhecimento em relação à gestão orçamentária.

Vamos lá: o ideal é uma porcentagem máxima de gastos para cada esfera da sua realidade. Mas, cara, o que isso quer dizer? 🤔 Nós explicamos! Você precisa separar 50% do seu rendimento para as despesas mais básicas e totalmente necessárias para a sua sobrevivência.

Em seguida, 15% dos seus ganhos devem ir para as prioridades financeiras, como as dívidas. Caso elas não existam, esse é o dinheiro que precisa ser poupado ou até mesmo investido!

Tá, e os outros 35% que faltam? Aqui é que entra a grande questão — essa fatia precisa ser destinada aos seus gastos com o seu lazer e estilo de vida, como passeios, viagens e compras. 🤙 Dosando cada categoria, fica muito mais fácil organizar o seu orçamento e identificar qual parte pode ser economizada.

Além disso, esses valores podem ser flexibilizados, desde que não ultrapassem a porcentagem máxima de cada fatia (50%, 15% e 35%). Isso quer dizer que se você utilizar apenas 20% do seu salário para as despesas básicas, os outros 30% podem ser destinados ao investimento, potencializando a sua economia!

Agora, nós perguntamos: qual é a consequência de tudo isso, mano? Simples, você faz um pé de meia bem recheado que pode ser investido em alguma renda, como o Tesouro Direto. Assim, o seu patrimônio aumenta e é possível fazer uma boa economia para ter uma vida incrível! 🤩

2. Corte as despesas desnecessárias

No tópico anterior deu para perceber que existem algumas despesas que podem ser evitadas, né? Afinal, nem sempre precisamos daquele lanchinho na rua, por mais gostoso e tentador que ele seja 😋. São essas pequenas compras que, no fim do mês, impactam no seu orçamento!

Por isso, ao montar o seu planejamento com a lógica 50-15-35, fica muito mais fácil identificar aqueles gastos que podem ser eliminados — ainda que temporariamente — do seu orçamento. Consequentemente, você consegue economizar mais em cada esfera e aumentar suas economias para seguir no caminho da independência. 💪

Uma das melhores formas de fazer isso é priorizar os seus gastos. Comece por aqueles indispensáveis, como alimentação, cursos e algumas despesas da casa. Depois, reflita sobre as compras que mantêm o seu estilo de vida, verificando qual deve ser priorizada para que o seu objetivo seja alcançado.

3. Conquiste um bom emprego

Muitas vezes precisamos de uma grana extra, né? É natural que o planejamento financeiro apresente algumas falhas, sobretudo no início, e faça com que tenhamos que buscar fontes alternativas para ter mais dinheiro no final do mês. O ponto positivo é que existem diversas formas de ampliar suas oportunidades de trabalho.

Por exemplo, você pode considerar um emprego a distância 🌎, como a carreira freelancer e secretaria virtual, auxiliando empresas e vendendo o seu serviço de maneira autônoma. Além disso, existem muitas organizações que contratam jovens para aprimorar sua rede de relações com a comunidade!

O importante nesse momento é encontrar uma ocupação que alinhe um salário coerente com as atividades desenvolvidas e a possibilidade de aprender novas funções do mercado de trabalho! Assim, você consegue determinar o tempo necessário para ficar naquele emprego até que o seu planejamento fique regularizado. 😉

4. Defina suas metas

Preste muita, mas muita atenção neste tópico: sem definir suas metas, é extremamente difícil alcançar a independência financeira, cara! 💥 Quando você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve, não é mesmo? Por isso, ter em mente quais são os seus objetivos e o que você quer alcançar potencializa a sua ação e facilita a sua independência.

Você deve estar se perguntando: beleza, isso é muito importante, mas como é possível determinar meus objetivos?

Existem algumas ações que facilitam o estabelecimento de metas, sendo que todas exigem um processo de autoconhecimento para que elas estejam coerentes com suas ambições. A seguir, listamos as principais para você realizar agora mesmo, #boralá:

  • identifique qual é o cenário perfeito para a sua vida daqui um, cinco, dez e quinze anos, pois isso facilita a construção de metas curtas, médias e de longo prazo; 📑
  • elenque quais são as profissões que mais chamam a sua atenção, conhecendo as oportunidades de mercado;
  • seja realista! 👊 Nada de determinar uma renda de milhões para daqui cinco anos, combinado? Isso não quer dizer que não é possível atingir essa renda, mas, para começar a planejar a sua independência, é importante manter os pés no chão e criar objetivos coerentes com as oportunidades presentes;
  • seja o mais específico possível, isto é, coloque detalhes, crie cenários e monte uma imagem de como a sua vida deve ser daqui para frente;
  • meça os resultados das pequenas conquistas, 🔍 identificando qual o caminho que você já percorreu e o que ainda falta ser adquirido;
  • defina um prazo para que os seus objetivos sejam alcançados.

5. Inicie um curso profissionalizante

Para concluir a nossa lista, não poderíamos deixar de falar sobre o curso profissionalizante. 📓 A simples ação de investir no seu estudo permite o alcance de um melhor padrão de vida e facilita a conquista de todas as suas metas, independentemente de quais elas sejam. Afinal, é por meio do conhecimento que encontramos novas oportunidades de crescimento pessoal e profissional!

A nossa dica aqui é bastante simples: procure iniciar o seu curso profissionalizante antes mesmo de terminar o ensino médio. 🤓 Isso faz com que você tenha mais autonomia e consiga encontrar um bom emprego logo após de se formar — ou, ainda, no final do terceirão. Assim, sua renda aumenta e é possível potencializar o seu controle de gastos.

Já deu para perceber que a independência financeira não é um bicho de sete cabeças, né? 🙌 Ainda que seja um processo que envolve dedicação, disciplina, estudo e autonomia, é possível conquistar uma vida mais independente quando você aprende a gerir os seus gastos, cortar despesas desnecessárias, definir suas metas e investir nos estudos e na carreira!

E aí, gostou das nossas dicas? Para encontrar mais conteúdos como este, assine a nossa newsletter!

Você também pode gostar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *