Como fazer um empréstimo? Conheça os 4 primeiros passos

Visto, em geral, com desconfiança, o empréstimo pode ser uma boa solução para estabilizar sua vida financeira, especialmente nos casos em que a dívida principal tem juros maiores do que os do empréstimo ou foi gerada por uma situação inesperada, como um acidente ou conserto em casa. 

Como fazer um empréstimo?

Para quem é marinheiro de primeira viagem nesse assunto, é normal ter diversas dúvidas e não saber por onde começar a pesquisar ou o que é preciso levar em conta. Se for o seu caso, apresentamos abaixo um passo a passo com os 4 primeiros fatores em que você precisa prestar atenção:

1. Entenda qual tipo de empréstimo você precisa

Existem diversas opções de empréstimos:

  • crédito pessoal: é o mais “clássico”, no qual você pede dinheiro ao banco em que tem uma conta ou em alguma outra instituição que ofereça melhores opções;
  • crédito consignado: voltado para aposentados, trabalhadores da iniciativa privada, servidores públicos e pensionistas, o desconto das parcelas é feito diretamente na folha de pagamento;
  • cheque rotativo: para quem tem cheque especial habilitado e pré-aprovado, pode ser feito na hora;
  • e muitos outros (mesmo);

O primeiro passo para aprender a como fazer um empréstimo é pesquisar todas as opções na internet e verificar qual é a que se encaixa melhor no que você precisa.

2. Saiba quais são os requisitos exigidos para fornecer o empréstimo

Em algumas modalidades de empréstimo (ou dependendo do local que fornecerá o valor), serão pedidos apenas seus documentos de identidade e comprovante de renda; em outros, será necessário levar um número maior de comprovações e fornecer garantias.

Para conseguir essas informações, procure a página da empresa que apresenta a opção de empréstimo que você escolheu ou entre em contato com a central de atendimento.

3. Contrate parcelas que caibam no seu bolso e leia o contrato com atenção

Um bom empréstimo é aquele que oferece condições de pagamento que se ajustam ao seu salário e às despesas essenciais da sua vida. Por isso, anote todos os gastos que não podem ser cortados para saber o valor máximo que a parcela pode ter.

Antes de assinar o contrato, leia todo o documento com cuidado, em especial as cláusulas que falam sobre os juros e as taxas que podem ser cobradas no caso de atraso nas parcelas. Elas precisam ser as mesmas que você concordou em pagar. Caso contrário, não assine e peça os ajustes negociados anteriormente.

4. Verifique o planejamento e a negociação

A pergunta mais importante que se deve fazer antes de contratar um empréstimo é: tenho como pagar todas as parcelas? Não levar esse aspecto em consideração e fazer um empréstimo sem pensar com cuidado pode agravar ainda mais a situação  —  em vez de uma dívida, pode-se acabar com duas, por exemplo.

Em alguns casos, a primeira opção sugerida pela empresa na qual você busca o empréstimo pode não se encaixar na sua realidade; nesses casos, explique sua situação e já apresente uma proposta de pagamento que se ajuste às suas condições.

Quais as demais informações que devem ser consideradas?

Além das dicas que apresentamos acima, é importante fazer uma pesquisa entre as empresas que oferecem empréstimo e entender qual é a que atende melhor suas necessidades e condições de pagamento.

Desconfie de ofertas muito vantajosas, com juros muito abaixo dos cobrados pelas outras empresas e sem análise de crédito. Procure por companhias reconhecidas e bem avaliadas no mercado.

Você também pode gostar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *