Aprenda como ganhar dinheiro na Bolsa de Valores como trader

1. Introdução

A atividade de um trader vem sendo muito discutida nas mídias sociais. Após muitas pessoas começarem a ver os slogans convidativos para essa profissão — tais como “Venha ser trader!” —, o desejo de aprenderem a ganhar dinheiro na Bolsa de Valores como trader acabou sendo despertado.

Mas, afinal, o que um trader faz? Como se tornar um trader? E o que exatamente é a Bolsa de Valores? São conceitos básicos como esses que apresentaremos neste e-book.

Mas, antes de nos aprofundarmos no assunto, podemos dizer que um trader é a pessoa que investe no mercado financeiro, mais especificamente em negociações (traders) de ativos financeiros, sob demanda de alguma empresa ou para si próprio. Ou seja, existem duas categorias de traders: o independente e autônomo e o profissional.

Desse modo, o trader pode comprar ou vender ações e outros ativos negociados em bolsa com o seu próprio capital, assumindo, portanto, seus próprios riscos, ou ele pode ainda trabalhar investindo o capital de terceiros, sob tutela de uma instituição financeira.

Vale ressaltar que, apesar da liberdade de horário, essa é uma profissão que exige muita disciplina, estudo, foco e, principalmente, psicológico forte. O caminho até se tornar um trader de sucesso pode ser bem árduo, porém, gratificante.

Quer saber mais sobre os conceitos introdutórios para uma operação estratégica de ativos financeiros? Então, continue acompanhando os próximos tópicos! Boa leitura!

2. O que é a Bolsa de Valores

Para aqueles que procuram por investimentos que ofereçam ganhos mais expressivos, a melhor forma de aplicar capital é na Bolsa de Valores, mesmo que o investimento seja de renda variável e de maior risco.

No entanto, essa forma de investimento ainda não faz parte da cultura da grande maioria de brasileiros. Muitas vezes, isso acontece porque eles não compreendem ao certo o que é a Bolsa de Valores, como funciona e que ela é bem mais acessível do que se pode imaginar.

O mercado econômico é bem complexo e qualquer atitude impensada por parte dos grandes investidores e do governo pode vir a interromper o fluxo econômico mundial, provocando um efeito cascata. 

Sendo assim, podemos dizer que a Bolsa de Valores é a melhor maneira de diagnosticar os bons momentos de investimentos em ações, poupança, títulos de capitalização, imóveis, constituição do negócio próprio e negócios imobiliários, mas também para verificar sinais de crise.

Estamos nos referindo a um mercado em que as empresas e pessoas se relacionam por meio da compra e venda de seus títulos e ações. Ou seja, se você desejar vender uma ação e alguém mostrar interesse em adquiri-la, a Bolsa de Valores vai ser o ponto de encontro entre você e o investidor.

O objetivo da Bolsa é propiciar um ambiente seguro para as negociações, garantindo que aquele que vende as ações receba o seu dinheiro e, claro, que o investidor também receba as ações, de forma justa, segura e eficiente.

As ações são guardadas na CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia), empresa do grupo BM&F Bovespa, um ambiente 100% seguro.

Quanto à Bolsa Brasileira, vale lembrar que a B3 (Brasil, Bolsa e Balcão) — quinta maior bolsa de valores do mundo, com patrimônio de US$ 13 bilhões — foi criada a partir da fusão da BM&FBOVESPA com a CETIP. O anúncio foi feito no dia 30 de março de 2017 pelo CEO da BM&FBOVESPA.

3. O que significam Day Trader, Swing Trader e Position?

De início, é importante deixar evidente que as três são modalidades de operações no mercado e que a diferença entre elas está na duração das operações.

No Day Trader, o gráfico que vai ser utilizado é o de minutos. Portanto, os movimentos dos dias não interessam, afinal, o operador deve zerar suas posições todo dia. Obviamente, por se tratar de um período operacional bastante curto (no máximo um dia), essa é a modalidade que exige mais experiência do investidor. É preciso muita análise gráfica.

Optar por ser um Day Trader é decidir fazer muitas operações diárias e, claro, isso vai implicar um custo maior de corretagem e de taxas, como o Imposto de Renda.

Já o Swing Trader é uma forma de trading de curto prazo (dias ou semanas), com menos risco e maior possibilidade de ganhos. É uma das principais metodologias de trabalho no mercado de capitais. Podemos dizer que é bem mais tranquilo que o Day Trader.

Quanto ao Position, as ações são compradas sem datas para a venda, levando de meses até anos. É importante deixar claro que, quanto maior o tempo com um papel, os ganhos e riscos são maiores. Por outro lado, quanto menor o período, menores os riscos e lucros.

Dessa forma, conclui-se que o Swing Trader acaba sendo o operador que fica entre os demais. Ele não procura o maior ganho em cada operação e, assim, acaba zerando suas posições nas longas subidas. Isso ocorre, pois o trader deve focar pequenos ganhos, apostando, então, na quantidade de operações.

O Swing Trader é uma estratégia de operação mais versátil, operando em curto e médio prazo: uma forma de investimento com melhor relação retorno e tempo.

No entanto, é importante deixar claro que existem investidores que preferem o ritmo frenético do Day Trader, enquanto outros gostam da tranquilidade que o Position oferece, assim como há aqueles que optam por ficar no meio termo, portanto, com o Swing Trader.

É fundamental analisar qual das modalidades vale mais a pena e, para isso, é necessário conhecer a sua personalidade e também verificar os custos.

4. Como se tornar um trader?

O caminho para ter essa atividade como uma profissão é bem parecido com o processo de empreender. Ou seja, é importante pensar nessa carreira de trader — seja ela a principal ocupação, seja ela uma atividade complementar — como se estivesse montando um negócio.

Isso mesmo! Aliás, você precisará de um investimento inicial e terá que lidar com alguns custos de aprendizados e outros inerentes a essa atividade. Confira uma lista de custos que um trader vai ter na profissão:

  • custo de uma plataforma de investimentos profissional para ler o mercado e executar as ordens;
  • custo operacional: perdas financeiras decorrentes de indisciplina, dias ruins ou erros operacionais;
  • custo de aprendizado: cursos, livros, treinamentos etc.;
  • custo de infraestrutura: internet, escritório, equipamentos etc.

Todos sabem que empreender é arriscar, certo? Não há garantias e certeza de sucesso. Portanto, é importante que o aspirante a trader lide com o seu objetivo de maneira planejada e profissional, principalmente, respeitando as boas práticas de controle financeiro.

4.1. O que faz um trader profissional?

Antes de qualquer coisa, é importante frisar que nenhuma formação é necessária para ser um investidor profissional. No entanto, é preciso que ele entenda o funcionamento do mercado e esteja sempre buscando por conhecimentos práticos e teóricos a respeito de investimentos.

O que faz um trader, afinal? O trabalho dele é muito mais uma questão de persistência, disciplina e postura do que apenas um certificado ou curso. Sobretudo, é um investidor do mercado financeiro que visa a ganhar dinheiro com operações, aproveitando a volatilidade do mercado.

Tendo isso em vista, o trader precisa estar preparado para qualquer cenário e, além disso, deve persistir nos seus objetivos, conhecer o mercado financeiro e buscar melhores resultados para o negócio.

4.2. Como iniciar na carreira de trader?

Agora que você já sabe qual é o trabalho de um trader, veja algumas dicas para se tornar um profissional do mercado:

  • estude: o conhecimento é o seu maior aliado, desde a definição do seu perfil de investidor até as suas decisões sobre investimentos;
  • descubra seu perfil de investidor: antes de tudo, é importante saber o quanto você pode arriscar. Assim, vai descobrir se será um investidor da modalidade Day, Swing ou Position. O ideal é alternar entre os prazos, tendo uma carteira diversificada;
  • estabeleça seus objetivos: se você deseja investir para fazer uma viagem, por exemplo, esse objetivo vai ser o combustível para persistir;
  • procure por profissionais qualificados: antes de investir, é preciso ter uma conta em uma corretora. Escolher uma que ofereça serviços de qualidade e que tenha uma boa plataforma vai fazer diferença nos seus resultados;
  • siga boas análises: seja por meio de um serviço especializado de uma empresa, seja por conta própria, é preciso ter acesso a uma análise completa e excelente;
  • acompanhe o mercado: estar sempre atualizado com o que acontece no mercado é garantia de que você não vai perder boas oportunidades;
  • monitore seus investimentos: após escolher as ações em que vai investir, não as esqueça na carteira. É importante e necessário monitorá-las para que não corra o risco de ser pego desprevenido.

5. Como obter sucesso como trader?

Confira algumas dicas para se tornar um trader de sucesso:

5.1. Desenvolver disciplina diária

Quando se está iniciando nessa carreira de trader, é preciso fazer operações bem-sucedidas, além de gerir corretamente a conta. Adicionalmente, é importante ganhar confiança no negócio, pois isso vai aumentar as chances de conseguir melhores resultados. A disciplina exerce um papel muito importante nesse processo.

Negociar sendo disciplinado vai garantir maiores lucros na sua conta. Então, em cada uma das suas negociações, seja disciplinado. O mercado vai lhe recompensar. Mas lembre-se de que ser disciplinado não é algo que deve ser feito apenas de vez em quando.

Se você opera com disciplina em quatro de cinco negócios, por exemplo, você não está conseguindo ser um operador disciplinado. Então, é válido lembrar que um trader indisciplinado terá o seu desempenho prejudicado no dia a dia.

5.2. Construir uma estratégia financeira

Ter uma estratégia financeira é fundamental. Mas, se você não se empenhar em segui-la corretamente, ela não vai valer de nada. Uma boa estratégia vai mostrar se é melhor arcar com algumas perdas e sair da rodada ou se compensa investir.

Ainda assim, muitos investidores acabam tomando decisões erradas e diferentes do que haviam se proposto a fazer. O problema é que ignorar a própria estratégia é um erro muito grave. Afinal, ter uma estratégia bem definida e segui-la com comprometimento é garantia de maiores ganhos do que perdas, embora isso não signifique que todas as operações serão bem-sucedidas.

5.3. Desenvolver análises de dados

Analisar os dados é fundamental para acompanhar todas as operações. No entanto, é preciso ressaltar que analisar demais e complicar as ferramentas pode gerar confusão e não o que se espera: eficiência. 

Não vai adiantar muito utilizar dezenas de linhas de tendências e de indicadores. É necessário e crucial que o trader opte por algumas regras de entrada que realmente funcionem e se atenha a elas.

5.4. Estipular objetivos

Sem objetivos definidos, muito provavelmente você vai se perder e deixar de ser persistente. Os objetivos ajudam a melhorar o desempenho, seja na vida profissional, seja na vida pessoal. Quando eles estão bem definidos, é possível se manter motivado e engajado a alcançá-los. Além disso, aprende-se muito com os resultados para que, no futuro, eles possam ser ampliados.

5.5. Criar uma metodologia

Não é eficaz mudar de metodologia de um dia para o outro. Por isso, desenvolva uma e permaneça com ela, tendo um plano de jogo. Quando se tem uma metodologia comprovada, tudo funciona de maneira eficiente e organizada.

Mas lembre-se de que é preciso se certificar de que a que você escolheu esteja realmente funcionando nas sessões de negociação. Caso não esteja, tente inventar outra o mais rápido possível.

6. Conclusão

É importante deixar claro que se torna muito difícil conseguir muito dinheiro como os traders de sucesso apenas buscando o lucro, que é exceção à regra. No início, é preciso aprender a perder pouco, controlar os riscos, operar muito e, em especial, encontrar uma boa estratégia até que se consiga obter lucros quase todos os dias.

Como já mencionamos, essa é uma jornada árdua e, por isso, é necessário trabalhar muito para conquistar resultados melhores no futuro. Dessa forma, como não há nada garantido, é recomendado que, caso você tenha um emprego, faça a migração para essa profissão gradativamente.

Hoje em dia, inclusive, é possível operar apenas alguns minutos por dia. O ideal é que você esteja seguro no mercado, mesmo arriscando. Para aqueles que querem iniciar, é fundamental contar com uma corretora que tenha taxas de corretagens baixas. Assim, a sua pequena contribuição não será corroída pelos custos.

Enfim, é fato que toda trajetória de sucesso vai ter períodos turbulentos. Mas o importante é aprender com esses momentos para que você se torne um trader de sucesso. Embora essa profissão possa ser exercida por qualquer pessoa, é importante frisar a necessidade de um bom preparo para garantir sucesso.

Entender o funcionamento da Bolsa de Valores é o primeiro passo. Em seguida, é preciso estudar para entender quais são as estratégias de investimentos e como elas funcionam. Por fim, a dedicação e disciplina serão os fatores necessários para conseguir implementar a estratégia definida.

Certamente, é uma tarefa que exige domínio técnico e emocional. Mas, quando o trader atinge o patamar de lucratividade e eficiência, os benefícios são extremamente compensadores.

Você também pode gostar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *